Roteiro : 4 dias em Istambul

A Antiga Constantinopla, a maior cidade da Turquia, a quarta maior do mundo e a única situada em dois continentes (Europa e Ásia), Istambul é uma cidade que respira história, repleta de mesquitas, palácios impressionantes e tantos outros monumentos.

Perder-se pelas ruas da cosmopolita Istambul é sensacional. Mulheres com os rostos cobertos pelos véus misturam-se aos turistas vindo de todas as partes do mundo, e isso é encantador. Cinco vezes ao dia o som do Adham é entoado a partir das inúmeras mesquitas, o Adram é o chamado a oração feito pelos muçulmanos, e a frase mais escutada nessas cânticos é Allahu Akbar, Allahu Akbar (que significa Deus é Grande), nesse momento as mesquitas ficam lotadas e é muito comum ver pessoas pararem até suas atividades comerciais para orar.

Sim, Istambul é uma cidade apaixonante que faz todo visitante querer retornar. Está com dúvida se coloca esse destino na sua wish list? Não, não tenha mais dúvidas, embarque nessa viagem.

Dicas para entender melhor o roteiro

Hospedagem                                                                                                                     

A cidade de Istambul é enorme, e isso não é novidade. Então, a escolha onde se hospedar faz toda diferença. Hospedado em um bom bairro você economiza duas coisas que todo viajante faz questão de economizar: Tempo de deslocamento e dinheiro. Boa parte das atrações turísticas concentram-se no bairro de Sultanahmet. Como teria apenas 4 dias na cidade procurei hotéis nas proximidades, escolhi o Best Western Plus The President na região de Fatih, e próximo a várias atrações (350 metros do Grande Bazar; 1,3 km da mesquita azul). O Hotel é excelente, a partir dele conheci boa parte dos locais do roteiro sem precisar utilizar meios de transporte. E diga-se de passagem, caminhar pelas ruas de Istambul é demais. Muitas vezes, mesmo quando o local a ser visitado necessitava de transporte escolhia ir a pé. O cansaço? Ah! Só percebia quando deitava pra dormir

Transporte

Os transportes públicos em Istambul funcionam muito bem. Tram, trem , metro, barcos etc. são as opções de deslocamento. Utilizei bastante o Tram por cobrir quase toda parte histórica da cidade.  Cometi a falha de adquirir o Istambulkart somente no terceiro dia, mas ainda sim me valeu a pena. Com o cartão o valor das passagens fica bem mais em conta, economia na certa.

 Moeda

A moeda oficial é a Lira Turca. ( 1 TL = R$ 0,99 / Maio/2016)

Embora o Euro e Dólar sejam facilmente aceitos é sempre bom ter a moeda local para pequenas compras.

As casas de câmbio estão por toda a parte; as melhores cotações encontrei na Rua Yeniçeriler. A regra foi a seguinte: quanto mais afastada dos locais turísticos, melhores eram as cotações das casas de câmbio.

 Museum Pass

Assim que cheguei ao hotel adquiri o Museum Pass, e foi uma escolha excelente, pois com o cartão não é necessário pegar as filas enormes na entrada de cada ponto turístico (se o benefício fosse apenas esse já valeria a pena) e como trata-se de um “combo”, o valor de entrada de cada atração saí bem mais em conta quando comparado a opção de comprar cada ticket individualmente

Obs.: Não visitei todos os locais que teria direito, e mesmo assim saiu bem mais em conta.

O Cartão custou 85 Liras Turcas (84 reais / Maio,2016). As atrações que podem ser visitadas são:

Hagia Sophia Museum
Topkapi Palace Museum and Harem Apartments
Istanbul Archaeological Museums
The Museum of Turkish and Islamic Arts
Museum for the History of Science and Technology in Islam
Istanbul Mosaic Museum
Hagia Irene Museum
Chora Museum
Rumeli Hisar Museum
Yildiz Palace Museum
Galata Mevlevi House Museum
Istanbul Fethiye Museum (Pammakaristos)

 

Dia 01 – Palácio de Topkapi / Hagia Sophia / Mesquita Azul

Palácio de Topkapi, Harém do Palácio, Museu Arqueológico

 Cheguei ao hotel pela madrugada, e como o hotel possuía uma excelente localização não precisei usar nenhum meio de transporte nesse dia. Logo cedo e de posse do Museum Pass Istanbul foi hora de esquecer o sono e começar a  explorar a cidade.

A primeira parada foi no Palácio de Topkapi. Um dia inteiro é necessário pra se conhecer bem esse lugar incrível; passei cerca de 4 horas no local e conheci os principais pontos (os que tinha maior interesse).

O palácio foi construído no ano 1453, e por três séculos foi a residência dos sultões.

Prepare-se para excelentes fotos, pois o interior do palácio é deslumbrante e também há locais com vistas privilegiadas da cidade de Istambul.

 Na mesma área do Palácio há também a Hagia Irene e o Harém do Palácio, e logo ao lado o Museu Arqueológico (ambos pagos a parte, mas estão inclusos no Museum Pass) que valem por demais a visita.

Horário e Preço:
- Todos os dias (exceto terças)
30/10 a 14/04 - 9:00 - 16:45
15/04 a 29/10 - 9:00 - 18:45
- Caso não adquira o Musem Pass os preços (Maio,2016) são os seguintes:
Topkapi Museum: 40 TL
Harem Section: 15 TL
Hagia Irene Ticket: 20 TL
Istanbul Archaeological Museums Ticket: 20 TL 

 Hagia Sophia

A segunda parada foi no Hagia Sophia Museum. Ao chegar no local existe uma fila enorme para comprar o ingresso, porém existe um acesso exclusivo para os portadores do Museum Pass.

Construída entre os anos 532 e 537, Hagia Sophia já foi a maior catedral do mundo (por quase mil anos), depois transformada em mesquita, até tornar-se o atual Museu. Se o exterior da Hagia Sophia já impressiona, o seu interior mostra mais ainda toda sua grandeza composta pelos mínimos detalhes. A visita durou em média 2 horas, tempo mínimo para apreciar bem o local. Do segundo piso se tem uma vista privilegiada do museu e também da área externa.

Horário e Preço:
-Todos os dias
15/04 a 25/10 - 09:00 - 19:00
25/10 a 15/04 - 09:00 - 17:00
-Caso não possua o Museum Pass, a entrada custa 40 TL (R$ 39,50 / maio,2016)

 Mesquita Azul

Mais uma pérola de Istambul, a Mesquita Azul (Mesquita do Sultão Ahmed). Construída entre 1609 e 1616, sua localização é em frente a Hagia Sophia, o que as separam é uma grandiosa praça, local excelente para fotos e curtir a vista desses dois lugares.

A mesquita azul é a mais famosa de Istambul, sendo a única que possui seis minaretes, o seu interior é de impressionar e a decoração das paredes internas é composta por azulejos azuis, o que faz jus ao seu nome.

A entrada é gratuita, porém algumas regras de visitação devem ser observadas, é necessário retirar os calçados, os homens não podem entrar de bermuda e nem as mulheres com os ombros descobertos, os funcionários da mesquita fornecem batas na entrada caso o turista não esteja vestido adequadamente.

No período da noite, a visita aos pátios da mesquita e a praça é muito agradável, longe das multidões de turistas que lotam o local durante todo o dia, é possível apreciar com calma a beleza desse lugar.

Horário e Preço:
- Todos os dias a partir das 08:30 / Sextas a partir das 13:30 ( fecha nos momento de oração)
- Entrada Free

Dia 02 –  Cisterna da Basílica / Sorvete Turco / Bairro Asiático / Sakirin Mosque / Mesquita Yeni (New Mosque) /  Mesquita Suleymaniye / Pôr do Sol na Ponte de Gálata

Cisterna da Basílica

 O segundo dia começou na Cisterna da Basílica. Foi a maior das cisternas de Istambul no período bizantino, construída em 532 com capacidade para 30 milhões de litros. O local possui uma iluminação especial que torna o ambiente ainda mais encantador.

No interior da Cisterna há um programa bem turistão, pessoas com roupas de sultões e cenários montados para fotos. E quer saber? Não resisti mesmo.

Horário e Preço
- 09:00 - 17:30 (Inverno), 09:00 – 18:30 (Verão)
- 20 TL (maio,2016)

 Sorvete Turco

 Após a visita da Cisterna, foi o momento de ser trolado. Fui comprar o famoso sorvete turco, já sabia como funcionava e mesmo assim foi muito divertido.

Clique aqui e veja o vídeo

Bairro Asiático (Uskudar)

Próximo a estação de Eminonu partem os barcos com destino ao Uskudar a quase todo instante. O bairro asiático é totalmente diferente, a presença de turistas é rara, o que justifica o fato do inglês não ser tão falado, percebe-se também que as pessoas são mais conservadoras.

Sakirin Mosque                                 

Ainda no lado Asiático, um dos locais visitados foi a Sakirin Mosque, a primeira mesquita de Istambul projetada por uma mulher. Até pra conseguir taxi pra ir até a mesquita foi complicado, entre algumas palavras em inglês e mímicas conseguimos chegar ao lugar. A Sakirin Mosque é uma mesquita completamente diferente e que valeu por demais a visita, lá as mulheres possuem um lugar especialmente projetado para elas. Não pude tirar muitas fotos no local porque estava no momento das orações, eu e meu amigo éramos os únicos turistas no local, a câmera no pescoço chamava logo a atenção. Um jovem muçulmano que estava no local se aproximou, nos autorizou a entrar e então ficamos mais à vontade. A regra de visitação é a mesma de todas as demais mesquitas.

Entrada Free

Mesquita Yeni (New Mosque) / Mesquita Suleymaniye

De volta ao lado europeu, foi hora de visitar as mesquitas Yeni e Suleymaniye, duas belas mesquitas que merecem uma parada. Um diferencial da Suleymaniye é que lá existem voluntários disponíveis e esse foi um dos pontos altos da visita, assim como eu, o voluntário muçulmano que procurei gostava muito de conversar, sentamos juntos no local e tivemos uma excelente tarde de bate papo; Islamismo, Cristianismo e Cultura foram os principais tópicos abordados; foi uma conversa enriquecedora onde pude quebrar muitas percepções distorcidas relacionadas a alguns costumes da cultura muçulmana.

Entradas Free

O Incrível Pôr do Sol a partir da Ponte de Gálata

Após um diz exaustivo, a última parada foi a Ponte de Gálata. Na minha opinião, o melhor local para um final de tarde em Istambul. O pôr do sol a partir da ponte é de tirar o fôlego, não há muito o que falar, as fotos falam por si só.

dsc_0662-800x533

A dica é chegar cedo e procurar assento em um dos vários restaurantes da ponte. E qual o lado coreto para se apreciar o pôr do sol? Se estiver indo sentido Eminonu – Beyoglu, procure um dos restaurantes do lado esquerdo.

 

Dia 03 – The Union Church of Istambul / Avenida Istiklal / Taksim / Torre de Gálata

 The Union Church of Istambul

Por ser cristão, em todas as viagens procuro também uma igreja para ir ao culto. Em Istambul foi um pouco difícil encontrar, pois na Turquia 99 % da população é muçulmana. Após algumas pesquisas encontrei a “The Union Church of Istambul”, fui ao culto das 09:30. A igreja fica dentro do consulado holandês, bem próxima a avenida Istiklal, por questões de segurança é necessário apresentar documento com foto para entrar na igreja, bem como passar pelo detector de metais, uma realidade tão diferente da nossa.

Avenida Istiklal e Praça Taksim

 Após o culto fui conhecer a Praça Taksim (famosa pelas manifestações políticas que sempre partem dali) e a Avenida Istiklal, uma das mais famosas avenidas de Istambul. Locais, turistas, lojas, cafeterias e talentosos artistas fazem dessa avenida um local imperdível, e é claro que não poderia deixar de andar no famoso bondinho. A avenida merece um passeio no período da noite também.

Torre de Gálata

 Em meio a tantos locais grandiosos em Istambul, é difícil eleger o local preferido, mas sem sombra de dúvidas, a Torre de Gálata foi um dos locais que mais me impressionou na cidade.

A Torre foi construída em 1348 e era a construção mais alta da cidade, sua altura é de 66,9 metros e possui 9 andares, do seu topo se tem vistas magníficas da cidade e do Bósforo.

Visitei já próximo ao fim da tarde para poder apreciar o pôr do sol a partir de lá.

Muitas pessoas não sabem, mas no topo da Torre há um restaurante excelente, porém bem concorrido, o segredo é reservar com antecedência, fiz a reserva a partir do hotel que estava hospedado.

Somente quem tem reserva no restaurante pode aproveitar a privilegiada vista da cidade iluminada no período da noite.

Horário e Preço:
- Todos os dias, 09:00 - 19:00
- 20 TL (maio,2016)

Dia 04 – Muralhas de Constantinopla / Aqueduto de Valente / Banho Turco / Dinner Cruise

A manhã do último dia em Istambul foi destinada para conhecer alguns monumentos históricos, como as Ruínas das Muralhas de Constantinopla e o Aqueduto de Valente que estão a céu aberto, e assim podem ser visitados a qualquer momento; e no período da tarde, tive a hilária e relaxante experiência de um banho turco

Muralhas de Constantinopla

As muralhas de Constantinopla foram construídas no século V com o objetivo de proteger a antiga Constantinopla (atual Istambul), foi uma das maiores muralhas já construídas pelos homens.

dsc_0132-800x533

Aqueduto de Valente

 A construção do Aqueduto de Valente foi finalizada no ano 360. Quando construído possuía 1 km de longitude, porém atualmente apenas 600 metros são preservados.

dsc_0136-800x533

Banho Turco

Antes da viagem pesquiseis vários locais para fazer o famoso Hammam, lá pude observar que a maioria deles eram bem pra turistas (inclusive no preço), escolhi um hammam próximo ao hotel que estava hospedado e não poderia ter feito escolha melhor; pude observar que ele era bastante utilizados pelos locais. Como estava óbvio que eu era turista o banho turco teve toda a parte cômica, porém ao término do banho tive uma relaxante massagem com óleo aquecido e uma piscina excelente para relaxar. No interior não se podia fotografar, então essa hilária experiência ficou gravada na memória.

20160530_163406

Preço: 40 Euros

Dinner Cruise pelo Bósforo

 Um programa imperdível em Istambul é o Dinner Cruise. No dia que fui ao bairro asiático fiz o passeio pelo bósforo durante o dia, mas a noite o passeio é totalmente diferente, a cidade iluminada tem um charque a mais. A empresa escolhida foi a Turnatour turismo, ao chegar no local de ondem saem os passeios o barco da empresa se destaca pela beleza e grandiosidade. Casa centavo, dólar ou euro pagos valem por demais; excelente jantar, dança do ventre e tantas outras apresentações culturais incríveis fazem parte desse dinner cruise, além das vistas de tirar o fôlego. Esse passeio foi a despedida de Istambul em grande estilo, despedida não!!! Foi um até logo.

 

Preço: 55 Euros
Por Alexandre Nunes
Contribuição: JBO Júnior

 

Anúncios

24 pensamentos sobre “Roteiro : 4 dias em Istambul

  1. Ale, estou impressionada com a quantidade de lugares para visitar em Istambul. Essa dica do Museum Pass é ótima! imagino que as filas devem ser enormes e perde-se muito tempo nelas. Vale super a pena mesmo otimizar o tempo! Amei a sua passagem por lá e quando eu for, visitarei o seu blog de novo. Parabéns pelo post.

    Curtido por 1 pessoa

  2. Adoro posts com preço Pois me ajuda a ter noção do quanto eu vou gastar em toda minha viagem… Seu serviço está completíssimo! e as fotos?? Esse lugar deve ser mesmo incrível… Conheci e fiz amizades xom turcos quando morei na Austrália, entao sou suspeita pra falar deles!!! parabéns pelo post, muito bom!!

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s